Para ler NO Deserto

“Agora, pois, dá-me este monte de que o Senhor falou naquele dia; porque tu ouviste, naquele dia, que estavam ali os anaquins, bem como cidades grandes e fortificadas. Porventura o Senhor será comigo para os expulsar, como ele disse.”(Josué 14:12)

VISITANTE NUMERO


Visualizar estatísticas do Blog

PÁGINAS DO BLOG

segunda-feira, 20 de junho de 2011

MAIS UM BEBÊ ENCONTRADO NO LIXO

MAIS UM BEBÊ ENCONTRADO NO LIXO!

“Já fui jovem e agora sou velho, mas nunca vi o justo desamparado, nem seus filhos mendigando o pão. Ele é sempre generoso e empresta com boa vontade; seus filhos serão abençoados. Desvie-se do mal e faça o bem; e você terá sempre onde morar. Pois o Senhor ama quem pratica a justiça, e não abandonará os seus fiéis. Para sempre serão protegidos, mas a descendência dos ímpios será eliminada;” (Salmos 37:25 a 28)

Dálton Curvello
 Na última semana, repetindo algo que infelizmente vem se tornando comum, outro bebê foi encontrado no lixo em Goiânia. Desta vez a genitora (me recuso a chamar de mãe aquela criatura) envolveu o bebê em duas sacolas, e literalmente jogou no lixo. A matéria você lê AQUI.

Fiquei indignado com o acontecimento, levando-me a pensar sobre a infinita Graça de DEUS, o cuidado dEle com aquela pequena criança, abandonada por quem deveria defender sua vida, cuidar dela. Lembrei que nos últimos meses tem sido freqüente notícias desse tipo. Mães jogando fora seus filhos recém-nascidos, bebês encontrados em situações que indicam claramente terem sido “jogados fora”, alguns até encontrados tarde demais.

 Será isso resultado de uso indiscriminado de drogas? Que sociedade é essa que estamos construindo, em que filhos matam os pais, e mães jogam fora seus bebês?
A Bíblia ensina que "O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo é entendimento.”(Provérbios 9:10). Só posso concluir que o que está faltando nas pessoas é temor de DEUS, é conhecer a Deus.

Muitas pessoas julgam que conhecer a Deus é ir num culto, uma vez por semana, emocionando-se com as músicas, às vezes até chorando com a mensagem, mas saem daquele local exatamente como entraram: vazias. Pergunte-lhes ao final do culto sobre o que foi a mensagem, e a maioria sequer saberá responder. Faça essa pergunta na terça-feira, no meio do expediente diário, e provavelmente a grande maioria sequer estará pensando em Deus.

Precisamos de pessoas que estejam dispostas a transformar o mundo. Chega de crentes-de-faz-de-conta. Posso garantir que a poucos metros do local em que essa criança quase foi assassinada pela própria mãe existe uma igreja (temos quase uma a cada esquina em Goiânia).

Uma igreja provavelmente lotada de pessoas buscando receber (é nisso que estão transformando os crentes dos dias de hoje), pseudo-crentes que exigem bênçãos de Deus, que colocam-no contra a parede, citando versículos quase como macumba, liderados por lobos, mais interessados em engordar suas contas bancárias do que em ensinar o verdadeiro evangelho de Cristo.

Chega de crentes-de-faz-de-conta! Deus está chamando aqueles que ainda são capazes de chorar com os que choram, aqueles que ainda vão aos cultos para cultuar ao Deus vivo! Para render-lhe o verdadeiro louvor, para se render aos seus pés, saindo da igreja não apenas emocionado, mas transformado, tocado, e com olhos abertos ao que acontece à sua volta.

Precisamos de Igrejas de verdade, que cumpram o “IDE” conforme descrito na Bíblia. Hoje as igrejas visam arrecadar fortunas para ir “às nações”, esquecendo-se por completo de sua Judéia (as imediações da igreja) e Samaria (estados vizinhos). Quando foi a última vez que sua igreja esteve presente na própria comunidade (bairro, cidade em que está instalada)? Quando foi a última vez que você olhou ao seu redor, percebendo aquela pessoa aflita, deprimida, carente, necessitada de uma palavra, um conselho, uma orientação Cristã?
PENSE NISTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sua participação é importante. Obrigado!

Inscreva seu e-mail e fique por dentro das atualizações!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...