Para ler NO Deserto

“Agora, pois, dá-me este monte de que o Senhor falou naquele dia; porque tu ouviste, naquele dia, que estavam ali os anaquins, bem como cidades grandes e fortificadas. Porventura o Senhor será comigo para os expulsar, como ele disse.”(Josué 14:12)

VISITANTE NUMERO


Visualizar estatísticas do Blog

PÁGINAS DO BLOG

sábado, 2 de julho de 2011

VENDO ALÉM DO FUNDO DO POÇO



“Salva-me, ó Deus!, pois as águas subiram até o meu pescoço. Nas profundezas lamacentas eu me afundo, não tenho onde firmar os pés. Entrei em águas profundas; as correntezas me arrastam. Cansei-me de pedir socorro; minha garganta se abrasa. Meus olhos fraquejam de tanto esperar pelo meu Deus.” (Salmos 69:1 A 3)

Hoje compartilho com todos o texto abaixo, o irmão Marcony Jahel. Tenho certeza que, assim como eu, a maioria vai se identificar muito com o texto, que reflete a sensação de abandono existente no “fundo do poço”, e , melhor ainda, a certeza de que podemos enxergar além do fundo do poço. Aqueles que já estiveram por lá, assim como eu, sabem do que se trata. Leia e reflita. Que Deus lhe dê Graça para sempre enxergar além dos obstáculos, além das montanhas, e principalmente, além do fundo do poço.
Dálton Curvello



VENDO ALÉM DO FUNDO DO POÇO


Por Marcony Jahel
Já vi várias pessoas falando que estão no fundo do poço, que a vida nada mais é do que um droga, que não vale mais a pena insistir, eu mesmo já me encontrei em experiências as quais falei que estive no fundo do poço e cavando ainda mais. 

Só que alem do fundo do poço existe mais do que podemos imaginar, pois é nele que podemos entender coisas antes não compreendidas, podemos ver a magnitude de nosso Deus, pois nas aflições buscamos mais e ficamos mais próximos da fé em um Deus vivo e poderoso, é no fundo do poço que nos humilhamos verdadeiramente, é no fundo do poço que buscamos a saída, é no fundo do poço que nos apegamos a pequenos detalhes da vida antes não vistos, é no fundo do poço que abrimos janelas e escavamos emoções, é no fundo do poço que vivemos experiencias divinas.

Quando aproveitamos essa estadia de estar fundo de um poço, podemos crescer espiritualmente, podemos conhecer o nosso interior, podemos ver quem somos e o que fazemos pelos outros, podemos centrar em um objetivo comum, podemos aprender a nos administrar melhor e podemos confiar mais em Deus.

Quando estamos em queda livre ao fundo do poço, tentamos nos agarrar, gritamos desesperados por socorro e ninguém nos ouve, nos machucamos, e os ferimentos muitas vezes levam um grande tempo para cicatrizar, na queda livre ao fundo do poço parece que nunca vai chegar ao fim, uma queda interminável e dolorida, até chegarmos ao fundo do poço.

Quando chegamos ao fundo e não vemos mais saída, nos vemos em uma solidão tremenda, dai vem as depressões, angustias, desgosto pela vida, uma infinita tristeza por você mesmo, vemos que o percurso até o alto fica praticamente inatingível, e quando achamos que é o FIMDeus se manifesta magnânimo e misericordioso, e nos faz ver alem do fundo do poço, e ver que temos coisas boas a tirar dali, que alem desse lamaçal existe um lindo e frutífero futuro, que esse não é o seu fim, não foi isso que Ele planejou para mim e para você, e esse poço que você achava que seria sua sepultura, não passa de uma porta para sua salvação,  um duto para conduzir a um aperfeiçoamento, um aprimoramento necessário em nossas vidas.

Quando tudo parecia ter chegado ao fim, e não havia mais forças para falar com Deus, não havia mais coragem para prosseguir, nem vontade alguma, Deus se faz presente assim como se fez presente quando Daniel foi jogado à cova dos leões, Deus fechou a boca dos leões, e Deus tira você no fundo do poço e te poe como exemplo, cheio do Espirito Santo, pronto a proclamar as bençãos de Deus...

Assim como fez comigo Ele pode e quer fazer com você, não pense que acabou para você, não diga que Deus te abandonou e que não tem mais jeito, pois quando estiver no fundo do poço, lembre-se de olhar para alem do fundo do poço.
Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar. [1 Coríntios 10.13]

E no mais que Deus nos ajude

Ósculo Santo por parte de Cristo Jesus.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

DESISTA DE SEU FARDO

DESISTA DE SEU FARDO!

“Pois não faço o bem que quero, mas justamente o mal que não quero fazer é que eu faço. Mas, se faço o que não quero, já não sou eu quem faz isso, mas o pecado que vive em mim é que faz. Assim eu sei que o que acontece comigo é isto: quando quero fazer o que é bom, só consigo fazer o que é mau.Dentro de mim eu sei que gosto da lei de Deus. Mas vejo uma lei diferente agindo naquilo que faço, uma lei que luta contra aquela que a minha mente aprova. Ela me torna prisioneiro da lei do pecado que age no meu corpo. Como sou infeliz! Quem me livrará deste corpo que me leva para a morte? Que Deus seja louvado, pois ele fará isso por meio do nosso Senhor Jesus Cristo! Portanto, esta é a minha situação: no meu pensamento eu sirvo à lei de Deus, mas na prática sirvo à lei do pecado.”(Romanos 7:19 a 25)

Dálton Curvello
Hoje quero compartilhar com todos o vídeo abaixo, do pessoal do ONE TIME BLIND, que ilustra de maneira fantástica essa mania que temos de tentar resolver nossos problemas sozinhos, de tentar “se consertar” primeiro, para procurar Jesus depois. Saia dessa, meu irmão! Deus tem o melhor para você, e não importa a sua condição pregressa.

Desista de seu fardo! Paulo relata na carta aos Romanos essa circunstância, essa luta interior entre querer “se consertar” e a frustração de se perceber incompetente para essa missão. Graças a Deus que podemos ler seu testemunho, louvando a Deus por reconhecer que Ele realiza essa obra em nós, através de Jesus Cristo.

Largue esse lixo, entregue nas mãos de Jesus, e desista de ficar querendo pegar, “só uma coisinha” de volta. Ou você se entrega verdadeiramente, ou vai passar a vida inteira fingindo de crente. PENSE NISTO


segunda-feira, 27 de junho de 2011

O QUE DIZEM OS MESTRES SOBRE O CRISTIANISMO SEM CRISTO?

O QUE DIZEM OS MESTRES SOBRE O CRISTIANISMO SEM CRISTO?

Alan Brizotti
A mais séria crise vivida pela igreja dessa era é o cristianismo sem Cristo. Olhando pelo ângulo dos mestres da história, pude notar o quanto eles levavam a sério o cristianismo autêntico. Separei algumas joias desses mestres:
Samuel Rutherford disse: “Todos os dias podemos ver algumas coisas novas em Cristo. O rio de seu amor não tem margem nem fundo”. Jesus não é escravo da mesmice religiosa! W. Dyer disse: “Cristo despojou-se da coroa para coroar-nos, pôs de lado suas vestes para com elas cobrir nossos farrapos e desceu do céu para conservar-nos fora do inferno. Jejuou quarenta dias para poder banquetear-se conosco por toda a eternidade; desceu do céu à terra para poder enviar-nos da terra ao céu”. Um cristianismo sem Cristo não consegue enxergar o céu!

Vivemos numa época de distâncias. Apesar de o mundo ter se transformado numa aldeia global (alguns preferem dizer banalidade universal), as distâncias cresceram. A indiferença infectou o homem pós-moderno. A grande tragédia da atualidade (preciso continuar a dizer) é a insistência em se viver um cristianismo sem Cristo. Com isso, cria-se uma igreja sem vida, uma liturgia sem alma e uma promessa sem esperança. Se Cristo não estiver no centro de nossa vida, tudo perde a essência. A grande urgência da atualidade é o resgate da centralidade de Cristo em nossa devoção e vida!

Vejamos o que pensavam alguns mestres sobre o cristianismo que perde a presença de Cristo:

Sem Cristo o cristianismo é apenas religião

Um pensador antigo dizia: “A vida oferece apenas duas alternativas: crucificação com Cristo ou autodestruição sem ele”. O mundo está cheio de expressões religiosas. Está cansado de um Cristo morto. Se Cristo não estiver na essência, nossos cultos serão apenas mantras religiosos asfixiantes e carentes de graça. Sem Cristo, como dizia Karl Marx, “a religião é o ópio do povo”. Entorpecente que amortece os sentidos e aumenta o engano.
Sem Cristo a cruz perde o significado

John Owen disse: “Ele não sofreu como Deus, mas sofreu sendo Deus”. Sem Cristo, a cruz é apenas tortura! J. Blanchard disse: “Jesus não é um substituto para os sintomas - é a cura para a causa”. Essa é a mensagem da cruz: existe cura para o que machuca a alma! Thomas Brooks disse: “O sangue de Cristo é a chave do céu”. Ninguém entra no céu sem passar pela porta – e o sangue, é a chave! J H Vincent disse: “Ele mesmo foi abandonado para que nenhum de seus filhos jamais precisasse dar um grito de solidão”. Cristo preenche a cruz de significado! Octavius Winslow disse: “Quem entregou Jesus à morte? Não foi Judas, por dinheiro; não foi Pilatos, por medo; não foram os judeus, por inveja; mas foi o Pai, por amor!” O evangelho de Cristo – o evangelho da cruz – é o evangelho do amor!

Sem Cristo nos cercamos de deuses mortos

Alguém disse que “Assim como Cristo é a raiz pela qual o santo cresce, ele é a regra pela qual o santo anda”. Ser santo é parecer com Cristo, não com os mendigos da espiritualidade. Agostinho disse: “Não dá nenhum valor a Cristo quem não lhe dá valor acima de tudo”. Deuses mortos são aqueles que trocam as alparcas de Cristo pela liteira de Herodes. Deuses mortos são aqueles que trocam a vida abundante de Jesus pelas migalhas sedutoras dessa sociedade do sucesso. São os que tentam vender a fé e a Palavra, provocando um angustiante estelionato emocional.

Sem Cristo somos condenados ao vazio

W. Gadsby disse: “Aprouve ao Pai que toda plenitude habitasse em Cristo; portanto, não há outra coisa senão o vazio em qualquer outra parte”. Sem Cristo, nada tem razão de ser! J. C. Ryle disse: “Jesus Cristo não é apenas o Filho de Deus poderoso para Salvar, mas o Filho do homem capaz de sentir”. Ele é o Cristo que chora Lázaro morto e Marta sem vida! Thomas Brooks disse: “Perca Cristo e você terá perdido tudo”. O vazio religioso da atualidade é monstruoso porque a banalização da espiritualidade tem nos afastado do professor andante da Galileia.

Voltemos a Cristo! É tempo de regressarmos ao abraço que nos alcançou perdidos pela história.
Até mais...
Alan Brizotti

Inscreva seu e-mail e fique por dentro das atualizações!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...