Para ler NO Deserto

“Agora, pois, dá-me este monte de que o Senhor falou naquele dia; porque tu ouviste, naquele dia, que estavam ali os anaquins, bem como cidades grandes e fortificadas. Porventura o Senhor será comigo para os expulsar, como ele disse.”(Josué 14:12)

VISITANTE NUMERO


Visualizar estatísticas do Blog

PÁGINAS DO BLOG

sábado, 21 de agosto de 2010

Pare e pense

O que Deus não vai perguntar



Deus não vai perguntar que tipo de carro você costumava dirigir... mas vai perguntar quantas pessoas necessitando de ajuda você transportou.

Deus não vai perguntar qual o tamanho da sua casa... mas vai perguntar quantas pessoas você abrigou nela.

Deus não vai fazer perguntas sobre as roupas do seu armário... mas vai perguntar quantas pessoas você ajudou a vestir.

Deus não vai perguntar o montante de seus bens materiais... mas vai perguntar em que medida eles ditaram sua vida.

Deus não vai perguntar qual foi o seu maior salário... mas vai perguntar se você comprometeu o seu caráter para obtê-lo.

Deus não vai perguntar quantas promoções você recebeu... mas vai perguntar de que forma você promoveu os outros.

Deus não vai perguntar qual foi o título do cargo que você ocupava... mas vai perguntar se você desempenhou o seu trabalho com o melhor de suas habilidades.

Deus não vai perguntar quantos amigos você teve... mas vai perguntar para quantas pessoas você foi amigo.

Deus não vai perguntar o que você fez para proteger seus direitos... mas vai perguntar o que você fez para garantir os direitos dos outros.

Deus não vai perguntar em que bairro você morou... mas vai perguntar como você tratou seus vizinhos.

Deus não vai perguntar quantos diplomas você conquistou... mas vai perguntar como você usou seu conhecimento para o bem comum.

Deus não vai perguntar quantos hectares tinha sua propriedade... mas vai perguntar se você ajudou a proteger o meio-ambiente.

Deus não vai perguntar quantas pessoas você atraiu para a igreja... mas vai perguntar como você influenciou o Mundo à sua volta.

Deus não vai perguntar que herança você deixou para seus filhos... mas vai perguntar que legado deixou para as próximas gerações.

E eu me pergunto:

Que tipo de respostas terei para dar?

Talvez Ele nem faça pergunta alguma. Bastaria Seu olhar prescrutante para que todas essas perguntas nos viessem à mente num abrir e piscar de olhos.

E você, está pronto pra encontrar-se com Deus?

                        “E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória; E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas; E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda. Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me. Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber? E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos? E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te? E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes. Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos; Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes. Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos? Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim. E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna.” (Mateus 25:31 a 46)

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Pare e pense

“Borrifarei água limpa sobre vocês e os purificarei de todos os seus ídolos e de todas as coisas nojentas que vocês têm feito. Eu lhes darei um coração novo e porei em vocês um espírito novo. Tirarei de vocês o coração de pedra, desobediente, e lhes darei um coração bondoso, obediente. Porei o meu Espírito dentro de vocês e farei com que obedeçam às minhas leis e cumpram todos os mandamentos que lhes dei. Aí vocês viverão na terra que dei aos seus antepassados. Vocês serão o meu povo, e eu serei o seu Deus.”(Ezequiel 36:25 a 28)
         Imagine o diálogo abaixo. É uma forma até engraçada, mas bastante atual de se exemplificar o efeito da verdadeira conversão no organismo do crente. Como seria bom se todos lembrássemos de estar constantemente em contato com o "suporte técnico"... 


Software para a vida
Este programa é ótimo para instalarmos. O melhor de tudo é que podemos copiá-lo e distribuí-lo à vontade.

Alo, é do Setor de "Atendimento ao Cliente"....

Atendente: Boa tarde Senhora. Em que lhe posso ser útil ? Cliente: aceitei o seu programa AMOR, mas até agora não consegui instalar. Eu não sou técnica no assunto, mas acho que posso instalar com a sua ajuda. O que eu devo fazer primeiro?

Atendente: O primeiro passo é abrir o seu CORAÇÃO. A senhora encontrou seu CORAÇÃO?

Cliente: Sim, encontrei. Mas há diversos programas funcionando agora. Tem algum problema em instalar o AMOR enquanto outros programas estão funcionando? Atendente: Que programas estão funcionando, senhora?  



Cliente: Deixe-me ver... Eu tenho BAIXAESTIMA.EXE, RESSENTIMENTO.COM, ODIO.EXE e RANCOR.EXE funcionando agora. Atendente: Nenhum problema. O AMOR apagará automaticamente RANCOR.EXE de seu sistema operacional atual. Pode ficar em sua memória permanente, mas não vai causar problemas por muito tempo para outros programas. O AMOR vai reescrever BAIXAESTIMA.EXE em uma versão melhor, chamada AUTOESTIMA.EXE. Entretanto, a senhora tem que desligar completamente o ODIO.EXE e RESSENTIMENTO.COM. Esses programas impedem que o AMOR seja instalado corretamente. A senhora pode desligá-los?

Cliente: Eu não sei como desligá-los. Você pode me dizer como? Atendente: Com prazer! Vá ao Menu e clique em PERDAO.EXE. Faça isso quantas vezes forem necessárias, até o ODIO.EXE e RESSENTIMENTO.COM serem apagados completamente.

Cliente: Okay! Terminei! O AMOR começou a instalar-se automaticamente. Isso é normal?

Atendente: Sim, é normal. A senhora devera receber uma mensagem dizendo que reinstalará a vida de seu coração. A senhora tem essa mensagem? Cliente: Sim, eu tenho. Está completamente instalado?

Atendente: Sim. Mas lembre-se: a senhora só tem o programa de modelo básico. A senhora precisa começar a se conectar com outros CORAÇÕES a fim de obter melhoramentos.

Cliente: Oh! Meu Deus! Eu já tenho uma mensagem de erro. Que devo fazer?

Atendente: O que diz a mensagem?

Cliente: Diz: "ERRO 412 - O PROGRAMA NÃO FUNCIONA EM COMPONENTES INTERNOS". O que isso significa?

Atendente: Não se preocupe, senhora. Este é um problema comum. Significa que o programa do AMOR está ajustado para funcionar em CORAÇÕES externos, mas ainda não está funcionando em seu CORAÇÃO. É uma daquelas complicadas coisas de programação, mas em termos não-técnicos, significa que a senhora tem que "AMAR" sua própria máquina antes que possa amar outra.

Cliente: Então, o que devo fazer?

Atendente: A senhora pode achar o diretório chamado "AUTO-ACEITACAO"?

Cliente: Sim, encontrei.

Atendente: Excelente! A senhora está ficando ótima nisso!

Cliente: Obrigada!

Atendente: De nada. Faça o seguinte: clique nos arquivos BONDADE.DOC, AUTOESTIMA.TXT, VALORIZE-SE.TXT, PERDAO.DOC e copie-os para o diretório "MEU CORAÇÃO". O sistema irá reescrever todos os arquivos em conflito e começará a consertar a programação defeituosa. Também a senhora precisa apagar AUTOCRITICA.EXE de todos os diretórios e depois esvazie a sua lixeira para certificar-se de que nunca voltem.

Cliente: Consegui! Meu CORACAO está cheio de arquivos realmente puros! Eu tenho no meu monitor, agora, o SORRISO.MPG e está mostrando que PAZ.EXE, CONTENTAMENTO.COM e BONDADE.COM foram instalados automaticamente no meu CORACAO. Atendente: Então, terminamos! O AMOR está instalado e funcionando, Ah! Mais uma coisa antes de eu ir.






Cliente: Sim?

Representante: O AMOR é um programa grátis. Faça o possível para distribuir uma cópia de seus vários modelos a quem a senhora encontrar e, dessa forma, a senhora receberá de volta dessas pessoas novos modelos verdadeiramente puros. Cliente: Obrigada pela sua ajuda!

Autor desconhecido

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Pare e pense

Salvai-vos! Santificai-vos!


Atos 2:40 - "Com muitas outras palavras os exortava dizendo: Salvai-vos desta geração perversa".
Josué 3:5 - "Josué ordenou ao povo: Santificai-vos, pois amanhã o Senhor fará maravilhas entre vocês".

                 A palavra que resume toda a mensagem dos apóstolos, nos primeiros dias da Igreja, coincide com o que Josué declarou ao povo, no exato momento de entrarem na Terra Prometida. São palavras colocadas no mesmo lugar na vida daqueles que são chamados por Deus para manifestarem o Seu desígnio. O lugar de separação entre o velho e o novo; a separação entre o que foi a nossa vida sem Deus e o que é a nossa nova vida com Ele, conforme o Seu eterno propósito; a separação entre a escravidão e a liberdade.
               O mundo geme escravizado pela vaidade, o individualismo, a cobiça, a ganância e a inveja. Geme, como quem tem dores de parto, a espera de que os filhos de Deus se revelem, e tragam consigo a expressão de uma nova realidade. Uma Nação Santa, que vive uma nova condição de vida em plena liberdade. O Reino de Deus onde a lei é o Amor. A intensidade do Amor que manifestamos uns pelos outros, é que testemunha, de modo eficaz, a intensidade do nosso Amor a Deus.
O sentido da salvação e da santidade não se restringe ao esforço para salvar ou santificar a nós mesmos. Mas, refere-se à total transformação dos interesses e motivações. De tal modo que, revelamos nossa salvação, conquanto nos ocupamos com a salvação dos outros. Somos, de fato, santos, na medida em que nossa motivação e compromisso estão voltados para o benefício dos outros. Por estarmos ainda sob a influência do pecado, somos tentados a traduzir estas palavras de ordem: "Salvai-vos e Santificai-vos", numa perspectiva estritamente individual. Sendo que, o contexto era coletivo e comunitário.
Todos estariam empenhados na salvação e santificação de todos. A nossa santidade é proporcional à nossa submissão a Deus e aos outros, e a nossa submissão proporcional à nossa santidade. Quanto mais da santidade de Deus experimentamos, mais nos entregamos ao cuidado das necessidades dos outros. Quanto menos nos ocupamos de nós mesmos, mais da santidade de Deus experimentamos.




Pr. Paulo Júnior

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Pare e pense

“Eu poderia falar todas as línguas que são faladas na terra e até no céu, mas, se não tivesse amor, as minhas palavras seriam como o som de um gongo ou como o barulho de um sino. Poderia ter o dom de anunciar mensagens de Deus, ter todo o conhecimento, entender todos os segredos e ter tanta fé, que até poderia tirar as montanhas do seu lugar, mas, se não tivesse amor, eu não seria nada. Poderia dar tudo o que tenho e até mesmo entregar o meu corpo para ser queimado, mas, se eu não tivesse amor, isso não me adiantaria nada. Quem ama é paciente e bondoso. Quem ama não é ciumento, nem orgulhoso, nem vaidoso. Quem ama não é grosseiro nem egoísta; não fica irritado, nem guarda mágoas. Quem ama não fica alegre quando alguém faz uma coisa errada, mas se alegra quando alguém faz o que é certo. Quem ama nunca desiste, porém suporta tudo com fé, esperança e paciência. O amor é eterno. Existem mensagens espirituais, porém elas durarão pouco. Existe o dom de falar em línguas estranhas, mas acabará logo. Existe o conhecimento, mas também terminará. Pois os nossos dons de conhecimento e as nossas mensagens espirituais são imperfeitos. Mas, quando vier o que é perfeito, então o que é imperfeito desaparecerá. Quando eu era criança, falava como criança, sentia como criança e pensava como criança. Agora que sou adulto, parei de agir como criança. O que agora vemos é como uma imagem imperfeita num espelho embaçado, mas depois veremos face a face. Agora o meu conhecimento é imperfeito, mas depois conhecerei perfeitamente, assim como sou conhecido por Deus. Portanto, agora existem estas três coisas: a fé, a esperança e o amor. Porém a maior delas é o amor.”(1Coríntios 13)
Tem algo estranho que ocorre com certa frequência, mesmo dentro do meio evangélico, algo que tem me chamado muito a atenção, principalmente nos últimos dias. Algo que nos leva a refletir sobre as palavras do apóstolo Paulo contidas em 1Coríntios 13. Ao falar sobre o AMOR, Paulo considera, afirma, declara, que é possível fazer tudo o que Cristo ensinou, porém de uma forma que de nada aproveita. Que forma? Sem AMOR. Preste atenção, caro irmão. Perceba que você pode estar sendo participante de um processo em que a aparência de tudo é até Cristã, mas a realidade é bem diferente, pois se for algo do intelecto apenas, algo do coração humano, é abominação para Deus, é algo desprovido do verdadeiro amor. Como saber? Paulo descreve as características da prática do verdadeiro amor. Veja a lista com atenção. Você consegue perceber a diferença da GRAÇA derramada pelo amor e da prática fria e cheia de regras daqueles que tentam reproduzir o ambiente Cristão movidos por outros sentimentos?
Por fim Paulo nos alerta para que busquemos o amadurecimento espiritual, agindo como adultos, cientes de que TUDO aquilo o que vemos agora, é uma imagem imperfeita num espelho embaçado, com conhecimento imperfeito. Glórias a Deus, que sabemos que depois, ao final de tudo, veremos face a face, depois, ao final de tudo conheceremos perfeitamente, assim como DEUS nos conhece!
Apresento abaixo um vídeo colhido no YouTube, falando sobre o mito da caverna (Platão). Assista a edição, feita com quadrinhos do personagem Piteco e veja a incrível semelhança com o texto da Bíblia.

Infelizmente, em nossa jornada vamos sempre nos deparar com pessoas que preferem permanecer dentro da caverna, optando por uma vida de aparências e engano, tal qual outro personagem do mundo da fantasia, que vimos no filme MATRIX. Veja abaixo a cena em que CYPHER se vende para o agente da Matrix, traindo seus amigos num acordo espúrio, aonde tudo o que ele pede é para retornar à vida de antes, antes de abrirem-lhe os olhos e ele conhecer a realidade. Percebo incrível semelhança com muitos irmãos dos dias atuais, que assim como o Cypher da MATRIX, declaram que “a ignorância é maravilhosa”.
PENSE NISTO    

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Pare e pense

“Agora que fomos aceitos por Deus pela nossa fé nele, temos paz com ele por meio do nosso Senhor Jesus Cristo. Foi Cristo quem nos deu, por meio da nossa fé, esta vida na graça de Deus. E agora continuamos firmes nessa graça e nos alegramos na esperança de participar da glória de Deus. E também nos alegramos nos sofrimentos, pois sabemos que os sofrimentos produzem a paciência, a paciência traz a aprovação de Deus, e essa aprovação cria a esperança. Essa esperança não nos deixa decepcionados, pois Deus derramou o seu amor no nosso coração, por meio do Espírito Santo, que ele nos deu.” (Romanos 5:1 a 5)
                Paulo diz que nos alegramos na esperança de participar da Glória de DEUS! Mas também nos alegramos nos sofrimentos, pois estes produzem paciência, e a paciência a esperança, e a esperança não nos deixa decepcionados (outra tradução seria envergonhados). Nem imagino como os pregadores do evangelho fácil, da chamada “teologia da prosperidade”, que a maioria das igrejas neo-pentecostais pregam e vivem, explicariam o texto Bíblico.
                Mas o evangelho da vida real, por outro lado, aquele que Jesus ensinou e que combatia em seu tempo exatamente essa religiosidade falsa e que afasta os homens da Graça de DEUS, esse evangelho da verdade prega algo diferente, não um deus-gênio-da-lâmpada, que se vê obrigado a abençoar aqueles que cumprirem a cartilha (notadamente quanto a dízims e ofertas...), mas o único e verdadeiro DEUS, que derrama de sua infinita GRAÇA e AMOR. Você está preparado para receber este DEUS em sua vida? Veja o vídeo abaixo, e medite sobre o assunto.


segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Pare e pense

PAZ, UM PRIVILÉGIO !
Pastor Paulo Júnior

Se entendo quem Deus é, e Deus é amor, toda a minha ação é um esforço de manifestar esse amor para as outras pessoas e assim, a paz é gerada. 
Em Cristo Jesus nós não apenas conhecemos o que Deus pode ou o que Ele quer, mas principalmente conhecemos quem Deus é porque conhecemos o seu amor. Na medida em que conhecemos a Cristo, conhecemos a Deus, conhecemos o que somos em Cristo e o que Cristo é em nós.
Precisamos compreender que a benção já foi recebida, Deus já nos deu todas as coisas em Cristo Jesus. No entanto, todo esforço do diabo é para distorcer isso em nossa mente. Suas intenções não almejam que o crente mude de comportamento, simplesmente. O interesse do diabo é mudar as motivações dos cristãos. Desde Adão e Eva, tudo o que o diabo gerou em nosso coração foi com a intenção de deixarmos de agir manifestando a benção já recebida passando a agir para recebermos uma benção não alcançada.
Interessante que o pecado separou o homem de Deus, no entanto, não separou  Deus do homem. A motivação de Deus nunca mudou em relação as nossas atitudes porque Deus é amor. A motivação dele não é modificada pelo nosso comportamento. A nossa motivação sim, muitas vezes se altera.
Mas precisamos entender que o que determina a qualidade da vida com Deus não são as nossas ações, como por exemplo a adoração por si só,  mais sim, os motivos das nossas ações (em espírito e em verdade).
Muitas pessoas, por exemplo, mudam de comportamento mas não mudam de atitude. Suas razões e anseios, referências e  prioridades não mudam. Pessoas que têm expectativas e interesses em Jesus porque esperam que Ele faça por elas tudo o que elas pensam que Ele deve fazer. Pessoas que correm atrás de uma benção que na verdade já foi dada.
São pessoas de coração carregado de expectativas. Elas sabem tudo o que Jesus pode fazer por elas mas não sabem quem Ele é o que já fez. Nesse sentido é possível que alguém faça a coisa certa sem necessariamente estar fazendo a coisa boa. A motivação não é boa. São pessoas que conhecem seu próprio desejo,mas não o coração de Cristo.
E o que tem  a paz haver com tudo isso?
Paz não é uma questão de comportamento, mas de atitude. Eu anuncio a paz, e é a paz que julga minhas motivações. A palavra de Deus diz que a paz seria o juiz das nossas ações. Se minha atitude é amor minha ação é paz. Se minha atitude é defesa, minha ação é guerra.
Se entendo quem Deus é, e Deus é amor, toda a minha ação é um esforço de manifestar esse amor para as outras pessoas e aí a paz é gerada.
Então, talvez a paz não seja algo relacionado nem à preocupação nem à dever. Paz é uma questão de privilégio. Não é  paz que achamos que devemos ter ou que gostaríamos de ter mas a paz que podemos viver em Jesus. A paz é um privilégio para todos aqueles que já conhecem quem Cristo é e quem eles são em Cristo.  Afinal o Reino de Deus é anunciado  como sendo de paz, alegria e justiça. A paz já é uma benção dada por Deus quando recebemos o sEu Reino.
Por isso Jesus disse: " eu vos deixo a minha paz, não a paz que o mundo dá, mas a minha paz. Não se turbe o vosso coração nem se atemorize"
Jesus deixa sua paz como legado e diz que não precisaríamos ter medo. A palavra de Deus diz que no amor não existe medo porque é o medo que produz os tormentos. É no medo de sofrer o dano que fazemos a guerra.
A palavra também caracteriza o amor de Deus, como aquele que amou primeiro. A expressão maior do que Deus é, é amar primeiro.
Jesus também condiciona a paz à presença do consolador, o Espírito Santo. Consolador porque Jesus sabe que sofreríamos perdas que poderiam produzir em nós temores e medos. Na verdade, o medo que temos não é o medo da guerra, mas o medo da perda, medo de sofrer o dano, da ausência, do prejuízo. Então o homem se antecipa aos prejuízos defendo-se dos possíveis danos. 
Pense bem, as pessoas não tem medo de amar algo que seja garantido. As pessoas tem medo de amar primeiro. Amar na possibilidade de sofre o dano. Assim, a guerra é feita contra todos os que podem representar um prejuízo pessoal.
O segredo é entendermos que não vamos ter a benção. Nós já a temos. Nós não vamos ter a paz, nós já a recebemos em Cristo Jesus.  Agora podemos manifestar à todos as bênçãos já recebidas, em paz.
Esse é o privilégio de evangelizar a paz!  Quem nunca a viu a verá através de nós. Uma motivação santa é ter paz com todos os homens de tal maneira que nada é mais importante do que revelar O amor de Cristo. Um coração limpo de amargura, de defesas, de prioridades individuais. Um coração em paz para amar primeiro.
Dessa forma a glória de Deus nas maiores alturas é transformada em paz na Terra para todos aqueles à quem Deus ama.
Pastor Paulo Júnior

Inscreva seu e-mail e fique por dentro das atualizações!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...