Para ler NO Deserto

“Agora, pois, dá-me este monte de que o Senhor falou naquele dia; porque tu ouviste, naquele dia, que estavam ali os anaquins, bem como cidades grandes e fortificadas. Porventura o Senhor será comigo para os expulsar, como ele disse.”(Josué 14:12)

VISITANTE NUMERO


Visualizar estatísticas do Blog

PÁGINAS DO BLOG

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Pare e pense

Salvai-vos! Santificai-vos!


Atos 2:40 - "Com muitas outras palavras os exortava dizendo: Salvai-vos desta geração perversa".
Josué 3:5 - "Josué ordenou ao povo: Santificai-vos, pois amanhã o Senhor fará maravilhas entre vocês".

                 A palavra que resume toda a mensagem dos apóstolos, nos primeiros dias da Igreja, coincide com o que Josué declarou ao povo, no exato momento de entrarem na Terra Prometida. São palavras colocadas no mesmo lugar na vida daqueles que são chamados por Deus para manifestarem o Seu desígnio. O lugar de separação entre o velho e o novo; a separação entre o que foi a nossa vida sem Deus e o que é a nossa nova vida com Ele, conforme o Seu eterno propósito; a separação entre a escravidão e a liberdade.
               O mundo geme escravizado pela vaidade, o individualismo, a cobiça, a ganância e a inveja. Geme, como quem tem dores de parto, a espera de que os filhos de Deus se revelem, e tragam consigo a expressão de uma nova realidade. Uma Nação Santa, que vive uma nova condição de vida em plena liberdade. O Reino de Deus onde a lei é o Amor. A intensidade do Amor que manifestamos uns pelos outros, é que testemunha, de modo eficaz, a intensidade do nosso Amor a Deus.
O sentido da salvação e da santidade não se restringe ao esforço para salvar ou santificar a nós mesmos. Mas, refere-se à total transformação dos interesses e motivações. De tal modo que, revelamos nossa salvação, conquanto nos ocupamos com a salvação dos outros. Somos, de fato, santos, na medida em que nossa motivação e compromisso estão voltados para o benefício dos outros. Por estarmos ainda sob a influência do pecado, somos tentados a traduzir estas palavras de ordem: "Salvai-vos e Santificai-vos", numa perspectiva estritamente individual. Sendo que, o contexto era coletivo e comunitário.
Todos estariam empenhados na salvação e santificação de todos. A nossa santidade é proporcional à nossa submissão a Deus e aos outros, e a nossa submissão proporcional à nossa santidade. Quanto mais da santidade de Deus experimentamos, mais nos entregamos ao cuidado das necessidades dos outros. Quanto menos nos ocupamos de nós mesmos, mais da santidade de Deus experimentamos.




Pr. Paulo Júnior

Um comentário:

  1. Estive a ver o seu blog. e vi um irmão meu conhecido, o irmão Paulo Junior, ele vem muitas vezes aqui á igreja onde eu participo, igreja do Reviver, em Santo Antonio dos Cavaleiros.
    Uma boa semana.

    ResponderExcluir

A sua participação é importante. Obrigado!

Inscreva seu e-mail e fique por dentro das atualizações!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...