Para ler NO Deserto

“Agora, pois, dá-me este monte de que o Senhor falou naquele dia; porque tu ouviste, naquele dia, que estavam ali os anaquins, bem como cidades grandes e fortificadas. Porventura o Senhor será comigo para os expulsar, como ele disse.”(Josué 14:12)

VISITANTE NUMERO


Visualizar estatísticas do Blog

PÁGINAS DO BLOG

terça-feira, 9 de agosto de 2011

DESERTO: UM LUGAR PARA APRENDER

DESERTO: UM LUGAR PARA APRENDER

Marcony Jahel
Procuramos lugares para diversão, tais como parques, praias, cinemas , etc..

Procuramos lugares para descansar, tais como hotéis fazenda, spas, camping, etc..  

Procuramos lugares para se apoiar, lugar de orar, lugar de estar presente... tais como igrejas, centros de recuperação, células, etc...

Mas ninguém procura um deserto, pois o deserto é um lugar árido e cheios de extremos, muito quente na parte do dia e muito frio na parte da noite, o deserto te desconecta do mundo, lá você não tem luxo,  tudo é muito complicado de se obter, então no deserto ninguém quer ir ou ficar.

Mas o deserto é um lugar de conhecimento, pois o povo nômade que vive no deserto aprende com o próprio deserto a viver conforme os perigos oferecidos por lá, aprende a andar, a se portar, a se vestir, a encontrar agua, alimento, aprende a cultivar, aprende a entender os próprios limites.

O deserto da vida, não é diferente do deserto material, se tivermos a oportunidade de  viver um deserto temos que tirar proveito da experiência, aprendendo a porta com esperança e humildade, pois o deserto é lugar de auto conhecimento, aprendemos a lidar com nossos limites, aprendemos que dependemos de Deus em tudo, aprendemos que no deserto podemos prosperar, assisti um filme chamado "O Fazendeiro e Deus", e la narra um homem que acreditou no poder maravilhoso de Deus e Deus o fez prosperar em uma terra que não dava frutos, e assim colheu aquele homem muitos por um, o fazendeiro estava em um deserto físico e espiritual, mais quando ele entendeu que Deus estava trabalhando em sua vida ele entregou tudo nas mãos de Deus e Deus o honrou e o fez prosperar.

Temos que entender que quando estamos num deserto as coisas podem piorar, pois pode vir uma tempestade de areia e acabar por nos cegar, podemos ter miragens e nos enganar, o sol é escaldante e nos perturba, assim é o deserto espiritual, quando nos achamos nessa situação as tempestades são maiores, e as miragens que nos são impostas são cada vez mais reais nos perturbando emocionalmente, são nessas horas que pessoas sem compromisso com a palavra de Deus usam a própria palavra de Deus para nos enganar e nos ludibriar, querendo assim nos manter cativos de um deserto, esse tipo de guias cegos, querem mais é nos escravizar, assim como no deserto físico, pessoas são levadas cativas para trabalho escravo, assim no deserto espiritual estão cheios de "piratas do evangelho", loucos por escravizar com doutrinas enganadoras e cheias de falsa promessas, que visam a nossa destruição.

Lendo as dificuldades que Izaque passou em Gera, conforme Gênesis 26 entendemos que Deus nos quer onde Ele nos colocou, leia:
26.1 Sobrevindo fome à terra, além da primeira havida nos dias de Abraão, foi Isaque a Gerar, avistar-se com Abimeleque, rei dos filisteus.
26.2 Apareceu-lhe o SENHOR e disse: Não desças ao Egito. Fica na terra que eu te disser;
26.3 habita nela, e serei contigo e te abençoarei; porque a ti e a tua descendência darei todas estas terras e confirmarei o juramento que fiz a Abraão, teu pai.
26.4 Multiplicarei a tua descendência como as estrelas dos céus e lhe darei todas estas terras. Na tua descendência serão abençoadas todas as nações da terra;
26.5 porque Abraão obedeceu à minha palavra e guardou os meus mandados, os meus preceitos, os meus estatutos e as minhas leis.
26.6 Isaque, pois, ficou em Gerar.
26.7 Perguntando-lhe os homens daquele lugar a respeito de sua mulher, disse: É minha irmã; pois temia dizer: É minha mulher; para que, dizia ele consigo, os homens do lugar não me matem por amor de Rebeca, porque era formosa de aparência.
26.8 Ora, tendo Isaque permanecido ali por muito tempo, Abimeleque, rei dos filisteus, olhando da janela, viu que Isaque acariciava a Rebeca, sua mulher.
26.9 Então, Abimeleque chamou a Isaque e lhe disse: É evidente que ela é tua esposa; como, pois, disseste: É minha irmã? Respondeu-lhe Isaque: Porque eu dizia: para que eu não morra por causa dela.
26.10 Disse Abimeleque: Que é isso que nos fizeste? Facilmente algum do povo teria abusado de tua mulher, e tu, atraído sobre nós grave delito.
26.11 E deu esta ordem a todo o povo: Qualquer que tocar a este homem ou à sua mulher certamente morrerá.
26.12 Semeou Isaque naquela terra e, no mesmo ano, recolheu cento por um, porque o SENHOR o abençoava.

Assim como Izaque colheu cem por um, assim como Izaque prosperou no deserto, derrotou a fome e todas as dificuldades, assim podemos prosperar, sem ter que acreditar em teorias de prosperidade pregadas por ai, voltemos para o verdadeiro evangelho, voltemos para o Deus vivo que nunca nos desampara e que possamos sobreviver e aprender nos desertos da vida.

Pois o deserto é um lugar de vitórias, lugar de encontro pessoal, lugar de colocar em evidencia sua vida com Deus, lugar para buscar e encontrar, lugar de sair revigorado, viva o seu deserto e tenha vitórias.

Não é errado buscar descanso ou diversão, mas não corra e nem se desespere ao passar pelo deserto, pelo contrário retire o máximo de proveito dessa oportunidade que Deus te dá.

E no mais que Deus nos ajude

Ósculo Santo por parte de Cristo Jesus.

Hospital da Alma

2 comentários:

  1. Valeu meu irmão Dalton.. que Deus te abençoe ..

    ResponderExcluir
  2. O deserto é uma lição e tanto e quem consegue sair de lá, por incrível que pareça, sai forte, renovado e o próximo deserto vira oásis. Difícil é entender isso no meio da tempestade de areia!!

    ResponderExcluir

A sua participação é importante. Obrigado!

Inscreva seu e-mail e fique por dentro das atualizações!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...