Para ler NO Deserto

“Agora, pois, dá-me este monte de que o Senhor falou naquele dia; porque tu ouviste, naquele dia, que estavam ali os anaquins, bem como cidades grandes e fortificadas. Porventura o Senhor será comigo para os expulsar, como ele disse.”(Josué 14:12)

VISITANTE NUMERO


Visualizar estatísticas do Blog

PÁGINAS DO BLOG

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

TRAGÉDIA NO RIO

TRAGÉDIA NO RIO
Dálton Curvello
“Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.” (Salmos 23:4)
                A situação se repete a cada ano, e já corremos o risco de ficar tão acostumados com isso, chegando ao ponto descrito no poema de Marina Colassanti “Eu sei mas não devia”. Achar culpados não resolve, a solução está dentro de cada um. Neste momento de luto e dor, tudo o que eu consigo é orar como o Salmista, confiar em Deus para que a tragédia seja minimizada e Ele traga conforto e abrigo aos atingidos.
                Meditando sobre o ocorrido, e a soberania de DEUS, veio ao meu coração o cântico abaixo, uma adoração e um pedido a DEUS: EU PRECISO DO SENHOR!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sua participação é importante. Obrigado!

Inscreva seu e-mail e fique por dentro das atualizações!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...