Para ler NO Deserto

“Agora, pois, dá-me este monte de que o Senhor falou naquele dia; porque tu ouviste, naquele dia, que estavam ali os anaquins, bem como cidades grandes e fortificadas. Porventura o Senhor será comigo para os expulsar, como ele disse.”(Josué 14:12)

VISITANTE NUMERO


Visualizar estatísticas do Blog

PÁGINAS DO BLOG

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Pare e pense

“O SENHOR é um abrigo para os que são perseguidos; ele os protege em tempos de aflição. Ó SENHOR, aqueles que te conhecem confiam em ti, pois não abandonas os que procuram a tua ajuda. Cantem louvores ao SENHOR, que reina em Jerusalém. Anunciem às nações o que ele tem feito. Pois Deus lembra dos que são perseguidos; ele não esquece os seus gemidos e castiga aqueles que os tratam com violência.” (Salmos 9:9 a 12)
                Maravilhosa certeza! “Senhor, aqueles que te conhecem confiam em ti”!
Você conhece a Deus? 
Vou melhorar a pergunta: Você tem buscado conhecer Deus, com intimidade tamanha que sabe que o Senhor não abandona os que procuram sua ajuda? Sim, pois o Salmista declara no texto acima que "aqueles que te conhecem confiam em ti, pois não abandonas os que procuram a tua ajuda."E porque essa ansiedade então? Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nEle, pois diz o texto que Deus lembra dos que são perseguidos.
        O seu testemunho? Gosto das palavras do Salmista na Versão NTLH:  "a fim de que eu, na presença do povo de Jerusalém, possa me levantar para anunciar o motivo por que te louvo e dizer que sou feliz porque me salvaste da morte."
         Assim, que temos PAZ com Deus e em Deus. Aquela que Jesus falou que nos deixaria, e que não é como a que o mundo dá, você lembra? Essa PAZ que nos faz ser felizes e cantar, mesmo no deserto. Ou como bem descreveu Billy Graham: A felicidade que traz valor duradouro à vida não é a de caráter superficial, que depende das circunstâncias. É a felicidade e o contentamento que enchem a alma, até em meio às circunstâncias mais difíceis e no ambiente mais penoso. É o tipo de felicidade que sorri quando as coisas saem errado e ri em meio às lágrimas. A felicidade pela qual nossa alma clama é aquela que não se perturba diante do sucesso ou do fracasso, uma que venha se enraizar profundamente dentro de nós e que preencha nosso interior com tranquilidade, paz e contentamento, independentemente de como o problema se apresente. Esse tipo de felicidade perdura ainda que não haja nenhum estímulo externo." 
        PENSE NISTO  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sua participação é importante. Obrigado!

Inscreva seu e-mail e fique por dentro das atualizações!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...