Para ler NO Deserto

“Agora, pois, dá-me este monte de que o Senhor falou naquele dia; porque tu ouviste, naquele dia, que estavam ali os anaquins, bem como cidades grandes e fortificadas. Porventura o Senhor será comigo para os expulsar, como ele disse.”(Josué 14:12)

VISITANTE NUMERO


Visualizar estatísticas do Blog

PÁGINAS DO BLOG

sábado, 3 de abril de 2010

Pare e pense

“As tribos israelitas mandaram que mensageiros fossem por toda a tribo de Benjamim e dissessem: — Que crime horrível vocês cometeram! Exigimos que vocês nos entreguem agora esses homens imorais para que nós os matemos. Assim tiraremos esse mal do meio do povo de Israel. Mas o povo de Benjamim não deu atenção aos outros israelitas. Eles saíram de todas as suas cidades e foram para Gibeá a fim de lutar contra o resto do povo de Israel.” (Juízes 20:12 a 14)
                Um dos mais tristes episódios da história de Israel, e que quase levou a tribo de Benjamim à completa extinção. Os homens da cidade de Gibeá fizeram terrível abominação (iguais às que lemos todos os dias nos jornais de hoje). A indignação atingiu todo o país, de maneira que as demais tribos exigiam que se fizesse justiça, e que as pessoas daquela cidade entregassem os malfeitores para receber a punição prescrita na Lei de Deus. Creio que a lição que devemos tirar desse triste episódio é jamais perder a capacidade de se indignar contra o que está errado, é ter humildade para reconhecer os erros e buscar, sempre, a misericórdia de Deus. A outra opção, é a que leva à extinção, provocando dor e tristeza. O povo da tribo de Benjamim havia perdido a capacidade citada, ao ponto de sair para guerrear contra o restante de Israel em defesa daqueles que cometeram tal brutalidade. E você, como anda sua sensibilidade ao que Deus chama de abominação?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sua participação é importante. Obrigado!

Inscreva seu e-mail e fique por dentro das atualizações!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...