Para ler NO Deserto

“Agora, pois, dá-me este monte de que o Senhor falou naquele dia; porque tu ouviste, naquele dia, que estavam ali os anaquins, bem como cidades grandes e fortificadas. Porventura o Senhor será comigo para os expulsar, como ele disse.”(Josué 14:12)

VISITANTE NUMERO


Visualizar estatísticas do Blog

PÁGINAS DO BLOG

domingo, 27 de junho de 2010

Pare e pense

CULTO DA UNIDADE SAL DA TERRA – 26/06/2010

                Ontem aconteceu o Primeiro Culto da Unidade Sal da Terra, realizado no Ginásio da UEG-Parque Laranjeiras-Goiânia. Resolvi escrever estas linhas porque fiquei realmente muito emocionado com o que presenciei.
Enquanto adorava a Deus junto com aquela multidão de irmãos Sal da Terra, minha mente se inundou de lembranças, revivi aquela cena, numa tarde de 2001, algum dia pelo final de julho/começo de agosto daquele ano. Eu, recém chegado a Goiânia transferido pelo Banco do Brasil, e ainda hospedado em casa de parentes, ali, reunidos na mesa da sala de estar, alguns homens de Deus discutíamos a abertura oficial do trabalho da Igreja Sal da Terra em Goiânia, e o pastor Paulo Júnior ao ouvir meu apelo para que apoiasse a nossa iniciativa, empenhou seu apoio e a congregação teve início oficial em setembro daquele mesmo ano (2001).
Volto a minha mente para esse ambiente em que estava acontecendo o maravilhoso culto da unidade Sal da Terra. Hoje, praticamente nove anos após aquela rápida reunião, tantas coisas aconteceram, muitos desencontros, erros e acertos (consertos), a Graça de Deus sempre esteve presente, abençoando esse povo, que se chama povo seu, a comunidade Sal da Terra em Goiânia.
Apenas nove anos, e Deus transformou uma pequenina e humilde semente em algo grandioso para o Seu Reino, aquele grupo de pouco mais de cem pessoas, que se reunia numa tenda instalada na quadra da Escola Silvia Bueno, multiplicou-se tal qual a semente descrita em Marcos 4:8, e hoje já somos nove congregações apenas em Goiânia, com filhas desse trabalho em Manhuaçu(MG), Brasília e  cidades do Centro-Oeste.
Fiquei ali naquele ginásio, adorando a Deus, emocionado e admirado da obra que Deus tem feito através desta igreja. As igrejas Sal da Terra Goiânia são igrejas com trabalhos efetivos impactando a comunidade. Tem congregação investindo em trabalho de recuperação de drogados, outra no socorro a famílias carentes da periferia da cidade, outra ainda distribuindo roupas e agasalhos, tem escolas de qualidade para população carente e tem até trabalho com missões! Mas não se vê a propaganda exagerada de missões para arrecadar dinheiro, como inúmeras denominações e seitas fazem. Deus tem preservado a gênese desse povo Sal da Terra, de maneira que seguem “Louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescenta o Senhor à igreja aqueles que se hão de salvar.”
Observei a movimentação dos organizadores do evento, sua simplicidade e sinceridade de coração, sem clichês, sem estrelismo, meio desorganizado mas funcionando perfeitamente dentro do propósito de Deus, lembrei-me de que na época de Jesus também foi meio assim, e o cristianismo nasceu para se contrapor à religião da liturgia preparada e engessada, aonde tudo era perfeitamente planejado, pensado, estudado, mas frio e sem amor, sem espaço para a ação libertadora do Espírito Santo de Deus.
Incrível como Deus fez prosperar tão rapidamente, multiplicando os recursos, enviando mais e mais pessoas com o coração aberto a se doar. Não é uma igreja rica, no sentido monetário da palavra, mas é uma igreja milionária, no sentido espiritual da palavra. Enquanto vemos tantas e tantas igrejas que ainda insistem em quantificar a bênção de Deus em Reais (algumas até em dólares...), pude testemunhar, mais uma vez que ainda existem igrejas que contam essas bênçãos em almas, em vidas que se prostram aos pés de Jesus. A essas, Deus vai acrescentando mais e mais a cada dia.
A cerimônia do culto da Unidade terminou, pude ceiar,  partir o pão, cumprimentar muitos daqueles irmãos que em setembro de 2001 iniciaram essa obra e continuam com a mesma disposição, simplicidade, coração puro e disposto a servir ao Senhor. Minha admiração e respeito ao pastor Paulo Júnior aumentou muito, por seu testemunho vivo de homem de Deus, profeta desta nova geração, que não se deixou contaminar pelo “bichinho da vaidade”, cedendo toda a honra e toda a glória àquele que a tem por direito, o único e poderoso DEUS.

Um comentário:

  1. Oi Dalton,
    Muito bom o seu blog cara!! O post sobre o culto da unidade ficou show de bola!! Abração, meu irmão!!
    José Humberto Júnior

    ResponderExcluir

A sua participação é importante. Obrigado!

Inscreva seu e-mail e fique por dentro das atualizações!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...