Para ler NO Deserto

“Agora, pois, dá-me este monte de que o Senhor falou naquele dia; porque tu ouviste, naquele dia, que estavam ali os anaquins, bem como cidades grandes e fortificadas. Porventura o Senhor será comigo para os expulsar, como ele disse.”(Josué 14:12)

VISITANTE NUMERO


Visualizar estatísticas do Blog

PÁGINAS DO BLOG

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Pare e pense

A SOMBRA DE DEEPAK CHOPRA
                A revista Veja nr.2171, que circula nesta semana, traz uma entrevista com o famoso médico indiano Deepak Chopra, citado na revista como guru de alguns dos mais ricos moradores da Califórnia e célebre autor de livros de auto ajuda, com mais de 25 milhões de exemplares vendidos.
                O que chama a atenção nessa entrevista, é a declaração, em tom de descoberta, de que “Todo mundo tem sua sombra, mas a grande maioria tem medo de admiti-la. Eu acredito que ela é toda e qualquer característica da qual nos envergonhamos ou nos sentimos culpados. É nossa vida secreta, uma expressão primitiva de uma parte de nosso ser. Todos nós temos lado escuro e o  lado claro, o divino e o demoníaco, o sagrado e o profano, o santo e o pecador. Essas porções convivem melhor quando reconhecemos sua existência. Temos, no entanto, a tendência de negar o que há de mais feio dentro de nós. Isso está errado: quanto mais ignorarmos a sombra, mais perigosa ela fica.”(Revista Veja 2.171, página 114)
                Ao ler a entrevista, imediatamente lembrei-me de uma declaração semelhante, feita há quase dois mil anos, e encontra-se registrada na Bíblia:  Romanos 7: 14 “Sabemos que a lei é divina; mas eu sou humano e fraco e fui vendido ao pecado para ser seu escravo.  Eu não entendo o que faço, pois não faço o que gostaria de fazer. Pelo contrário, faço justamente aquilo que odeio.  Se faço o que não quero, isso prova que reconheço que a lei diz o que é certo.  E isso mostra que, de fato, já não sou eu quem faz isso, mas o pecado que vive em mim é que faz.  Pois eu sei que aquilo que é bom não vive em mim, isto é, na minha natureza humana. Porque, mesmo tendo dentro de mim a vontade de fazer o bem, eu não consigo fazê-lo.  Pois não faço o bem que quero, mas justamente o mal que não quero fazer é que eu faço.  Mas, se faço o que não quero, já não sou eu quem faz isso, mas o pecado que vive em mim é que faz.  Assim eu sei que o que acontece comigo é isto: quando quero fazer o que é bom, só consigo fazer o que é mau.  Dentro de mim eu sei que gosto da lei de Deus. Mas vejo uma lei diferente agindo naquilo que faço, uma lei que luta contra aquela que a minha mente aprova. Ela me torna prisioneiro da lei do pecado que age no meu corpo. Como sou infeliz! Quem me livrará deste corpo que me leva para a morte? Que Deus seja louvado, pois ele fará isso por meio do nosso Senhor Jesus Cristo! Portanto, esta é a minha situação: no meu pensamento eu sirvo à lei de Deus, mas na prática sirvo à lei do pecado.” E ainda Gálatas 5:17: “Porque a carne milita contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne, porque são opostos entre si; para que não façais o que, porventura, seja do vosso querer.”
                 Esse dilema vivido por toda a humanidade, essa luta entre o bem e o mal que habita dentro de cada um já tem sua receita de cura há milhares de anos, não necessitando de uma “descoberta” feita por algum ilustre P.H.D. do esoterismo da atualidade, ou guru de famosos, nem é necessário uma corrida às livrarias para ler sobre essa fantástica descoberta, ela está disponível a todos nós, nas páginas da Bíblia. Paulo escreveu em sua carta aos romanos: “Como sou infeliz! Quem me livrará deste corpo que me leva para a morte?”(NTLH), para logo em seguida ele mesmo dar a resposta a esta pergunta secular que explode nos corações dos seres humanos há milhares de anos: “Que Deus seja louvado, pois ele fará isso por meio do nosso Senhor Jesus Cristo!”
                É até irônico ver que apesar do grande conhecimento e autoridade sobre a vida de tantas celebridades, o máximo que o dr. Chopra (mentor espiritual de Michael Jackson por vinte anos, segundo a reportagem) conseguiu foi tecer comentários sobre os traumas da vida de Michael Jackson, que acabou morrendo com todos os traumas citados, numa overdose de remédios. Esse é o resultado quando a resposta da alma para essa sombra que assombra não é a que Paulo receitou aos Romanos, e que gera as conseqüências citadas na carta aos Gálatas: “Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra estas coisas não há lei.”( Gálatas 5:22 e 23) Quando você descobre essa resposta, não há condenação, mas sim libertação, não há acusação, mas sim justificação, não há frustração permanente, mas sim vitória eterna. Finalmente, não há sombra alguma que resista à luz de Cristo, que dissipa qualquer sombra: Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens; a luz resplandece nas trevas, e as trevas não prevaleceram contra ela. (João 1:4 e 5).
PENSE NISTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sua participação é importante. Obrigado!

Inscreva seu e-mail e fique por dentro das atualizações!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...